Arquivos pessoais e as fronteiras da arquivologia

André Porto Ancona Lopez

Resumo


O artigo discute algumas das especificidades dos arquivos pessoais, tendo em vista os princípios teóricos da arquivologia como um todo. Os arquivos pessoais, por estarem mais sujeitos a terem a custódia interrompida pelos herdeiros e por se constituírem de materiais ligados aos interesses pessoais do titular, portanto, não passíveis de generalizações, demandam a adequação aos princípios teóricos da arquivologia. A perda dos dados contextuais da produção arquivística pode comprometer a extração de significados.


Palavras-chave


arquivos pessoais, documentos de arquivo, princípios arquivísticos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:



Latindex Porbase Sumários.org Diadorim Google Acadêmico Periódicos Capes EZB 


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.