Chamada para v. 24, n. 49 de 2019 (mai-ago 2019)

Gragoatá 49
[v. 24, n. 49, mai.- ago. 2019]

Tema: Traduções e suas vicissitudes: entre ofício e arte

Submissões de 01 de outubro de 2018 a 28 de fevereiro de 2019.
Publicação prevista para agosto de 2019.

Organizadoras: Susana Kampff Lages (UFF) e Kathrin Sartingen (Universidade de Viena)

Ementa
A chamada pretende acolher artigos que proponham uma reflexão sobre as possibilidades e os impasses que toda tradução elabora ao realizar uma singular apropriação do texto estranho-estrangeiro, e que busquem, em especial, verificar o imbricamento entre construção teórica e realização prática que ocorre ao longo do processo. Sugerimos alguns tópicos como pontos de partida privilegiados, considerando a tradução como uma operação hermenêutica que também ultrapassa as fronteiras do texto verbal: Tradução como paradigma da leitura literária. Tradução como exercício de estilo. Tradução como conhecimento do mundo e de si. Tradução como operador de deslocamentos culturais e literários. Tradução como índice de instabilidade do sentido. A tradução e seus limites. A tradução para além dos limites. A tradução como teoria. A tradução como destruição da teoria. Tradução que se aprende. Tradução que se ensina. Tradução e a sensibilidade estética. Tradução como dilema ético. A literatura que traduz as artes. As artes que traduzem a literatura. A literatura que traduz o cinema. O cinema que traduz a literatura. A literatura que traduz o teatro. O teatro que traduz a literatura.

Consulte as normas para a publicação nas orientações aos autores, que contém um tutorial passo a passo para submissão online.